Tudo que você precisa saber sobre o curso de Engenharia Civil

Não restam dúvidas de que o ensino superior é uma ótima opção para quem quer mudar de vida e melhorar sua condição financeira, certo? Contudo, entre as inúmeras opções disponíveis atualmente, qual escolher? Hoje, vamos conversar sobre o curso de Engenharia Civil, uma área que oferece excelentes oportunidades.

Já adiantamos que, como esses profissionais são simplesmente imprescindíveis para o desenvolvimento da sociedade, é necessário muito empenho e dedicação nos estudos e na carreira. Pense bem: é a atuação do engenheiro civil que viabiliza a construção de maravilhas como as pirâmides do Egito, bem como as casas do seu bairro!

Este post é perfeito para quem está interessado em saber tudo sobre Engenharia Civil. Mostraremos não só quais conteúdos são estudados durante a graduação como também o perfil do estudante, as exigências do mercado e as peculiaridades do trabalho em si. Pronto para ver se essa é ou não a escolha certa para você? Vamos lá!

Qual é o perfil de um estudante de Engenharia Civil?

Quem começa um curso de Engenharia Civil deve estar preparado para enfrentar vários desafios e ter garra para superar obstáculos. Por ser uma profissão que exige muita responsabilidade, o conhecimento é essencial para a tomada eficiente de decisões em sua posição de trabalho.

Raciocínio lógico

O raciocínio lógico é uma das características fundamentais desse tipo de estudante. É preciso lembrar que, em um canteiro de obras, o engenheiro é responsável pela execução correta de todas as atividades e pela segurança dos funcionários. O detalhe é que, por mais preparado que esse profissional seja, imprevistos e problemas sempre podem acontecer, e isso pede atitudes rápidas e eficientes.

Domínio dos números

Ter domínio sobre conhecimentos físicos e matemáticos também é indispensável para quem quer escolhe esse curso. Afinal, como você já deve saber, ele faz parte das Ciências Exatas. Então, não tem como fugir: números e conceitos físicos fazem parte da rotina de estudo (e futuramente do trabalho) desses estudantes.

Capacidade comunicativa

Nessa área de atuação, o talento para se comunicar é uma peculiaridade um pouco esquecida. Por isso, vamos relembrar: como um engenheiro exerce posição de liderança, ele precisa guiar sua equipe rumo ao sucesso. Assim, por mais que seja um gênio da Matemática, se não souber conversar com seus colegas de trabalho, entendendo suas potencialidades e fraquezas, estará fadado ao fracasso.

No fim das contas, é muito importante saber equilibrar esses conceitos, a fim de se tornar um profissional reconhecido no mercado. Você já conseguiu se identificar com esse perfil?

Quais são as matérias estudadas durante o curso de Engenharia Civil?

Antes de fazer uma escolha, é importante procurar saber sobre a grade curricular do curso que se tem em vista. Isso é importante para ter certeza de que você se identifica com a jornada acadêmica na qual está prestes a embarcar.

No início do curso de Engenharia Civil, os estudantes são introduzidos aos conceitos primordiais das Ciências Exatas. Essa base teórica garante um bom desempenho nas matérias mais específicas, além de melhorar o senso crítico e o raciocínio lógico dos estudantes. Nessa etapa, as principais disciplinas estudadas são:

  • Física;
  • Química;
  • Probabilidade e Estatística;
  • Cálculo Diferencial;
  • Desenho Técnico.

Com o passar dos semestres, os estudantes começam a entrar em contato com matérias mais específicas, fundamentais para a Engenharia Civil. A partir daí, os estudos abordados são mais aprofundados e técnicos. Confira alguns exemplos de disciplinas dessa fase:

  • Resistência dos Materiais;
  • Hidrologia;
  • Mecânica dos Solos;
  • Topografia;
  • Instalações Prediais;
  • Estruturas e Fundações;
  • Orçamento e Planejamento.

Por mais que o Ministério da Educação estipule os critérios para o curso, as instituições de ensino têm certa liberdade para mexer em suas grades curriculares. Por isso, é bem comum que existam pequenas diferenças nas cargas horárias de cada matéria ou mesmo em seus nomes.

Lembre-se também de que é muito importante se preparar para o mercado de trabalho. Afinal, uma boa instituição é aquela que oferece disciplinas e oportunidades a fim de simular as obrigações e atividades reais de um engenheiro civil. Com isso em mente, analise as características do curso de Engenharia Civil em que pretende se matricular para fazer a escolha mais adequada de acordo com seus objetivos.

Aproveitando, não custa ressaltar que os diferenciais em seu currículo também abrem novas portas e oportunidades na carreira. Portanto, fazer cursos complementaresde AutoCad, Excel, Project e outros softwares é uma boa pedida para você se destacar entre os concorrentes no futuro. A participação em palestras, workshops e trabalhos voluntários também soma na capacitação.

Como é o trabalho de um engenheiro civil?

Ao andar pela cidade, você provavelmente se depara com arranha-céus e construções que parecem desafiar limites. Se você parar para pensar, logo se dará conta de que é justamente o engenheiro civil o profissional que desempenha muitas das atividades relacionadas ao desenvolvimento da sociedade. Bem interessante, não acha?

Na prática, quem se forma nesse curso tem um grande leque de opções de áreas de atuação entre as quais escolher. Por mais que os canteiros de obras sejam os destinos mais comuns, existem diversas outras oportunidades. O planejamento e a gestão de projetos, por exemplo, são campos em que os engenheiros também são fundamentais.

Se você prefere trabalhar em frente ao computador, em um escritório, a execução de projetos pode ser o que você procura. Ao criar soluções sustentáveis e funcionais, você pode desenvolver projetos de estruturas ou de instalações prediais para surpreender o mercado. Outras áreas de infraestrutura, como o saneamento básico e a segurança do trabalho, também oferecem boas oportunidades de emprego.

Quais são as áreas em que o profissional pode atuar?

O profissional que se forma no curso de Engenharia Civil tem a possibilidade de direcionar sua carreira para diversas áreas. A seguir, conheça as principais delas:

Construção civil

É a área mais conhecida. Na construção civil, o engenheiro trabalha com projetos e gerenciamento de obras. A depender da empresa em que trabalha, ele pode ficar mais restrito ao escritório ou atuar diretamente no canteiro de obras.

Estruturas

Nessa área, o profissional se especializa em cálculos de estruturas — fundações, pilares, vigas, lajes, entre outras. Essa é uma etapa fundamental de qualquer projeto, pois é o que garante a estabilidade da construção, evitando desabamentos e outros acidentes que podem causar grandes tragédias.

Geotécnica

É um ramo voltado para a superfície terrestre e os elementos que a compõem. Dessa forma, o profissional realiza a análise do solo sobre o qual as construções serão erguidas, observando sua capacidade de suportar as estruturas e lhes garantir estabilidade.

Infraestrutura

É uma área voltada para construções que serão usadas pela sociedade como um todo. Assim, o engenheiro trabalha com projetos e execuções de estradas, pontes, viadutos, portos, túneis, metrôs e ferrovias.

Orçamento e planejamento

Trabalhando nessa área, o profissional realiza o levantamento dos quantitativos do projeto, de modo a gerar uma planilha orçamentária. Também elabora o cronograma da obra e analisa a lista de materiais, assim como seu custo.

Saneamento

Esse é um ramo focado em obras de saneamento básico, como rede de distribuição de água, coleta de esgoto e drenagem de águas pluviais. O engenheiro civil pode trabalhar tanto na elaboração dos projetos quanto na supervisão das obras.

Além dessas áreas, o profissional da Engenharia Civil ainda pode fazer especialização em Recursos Hídricos, Recursos Energéticos, Segurança no Trabalho e Topografia, entre outros ramos.

Qual é a média salarial dos profissionais da Engenharia Civil no mercado?

A profissão de engenheiro civil está entre as que contam com uma legislação que estabelece um piso salarial para a categoria. A Lei nº 4.950-A, de 22 de abril de 1966, determina que esse piso deve corresponder a 6 salários mínimos, para jornada de trabalho de 6 horas por dia, desde que o profissional tenha feito um curso universitário com mais de 4 anos de duração.

Entretanto, segundo o guia de profissões e salários da Catho, a média salarial de um engenheiro civil no Brasil é de R$ 7.334,46. Profissionais recém-formados costumam iniciar a carreira com salários que ficam abaixo do piso, porém, com o tempo e a experiência, passam a receber mais, superando não só o piso, mas a própria média salarial do país.

Qual é a perspectiva do mercado brasileiro para os engenheiros civis?

mercado brasileiro é muito receptivo a, basicamente, tudo sobre Engenharia Civil. Basta olhar ao redor para perceber a grande quantidade de obras sendo realizadas. Por trás de cada uma delas, está o trabalho dos engenheiros civis e de outros profissionais da área.

Por isso, é possível afirmar que essa é uma profissão bastante promissora. São muitas áreas de atuação e, dentro de cada uma, várias especialidades. Além disso, as oportunidades de emprego são oferecidas tanto pelo setor privado quanto pelo público. Outro caminho possível para o engenheiro civil é, ainda, realizar trabalhos autônomos, que também são muito procurados.

Quais são as exigências do mercado?

À medida que o tempo passa, novas ferramentas e técnicas são desenvolvidas para a Engenharia Civil. Por isso, é claro que os estudantes precisam acompanhar essas mudanças. Manter-se atualizado é fundamental para aproveitar as chances que o mercado oferece. Isso se dá desde a graduação, estendendo-se aos cursos de especialização, mestrado ou doutorado, que não só podem como devem estar nos planos de quem inicia essa carreira.

A atuação de um engenheiro deve sempre garantir a segurança, a sustentabilidade e a comodidade nas soluções que propõe. Embora o curso exija muito esforço e jogo de cintura para superar obstáculos e vencer problemas, toda essa dedicação é recompensada pelo sucesso no mercado e uma boa remuneração salarial.

Por tudo isso e muito mais, é essencial escolher uma instituição de ensino que o prepare da melhor maneira possível durante o curso de Engenharia Civil. Procure por uma opção que conte com bons laboratórios e professores renomados, além de oferecer o devido suporte quando chegar a hora de encontrar um bom emprego.

E então? Conseguiu entender tudo sobre Engenharia Civil? Aproveite e assine a nossa newsletter para continuar se informando com nossos novos conteúdos sobre profissões e mercado de trabalho!

Comments (1)

  1. louvei bastantemente o curso so, nao tenho condicoes favoraveis pra tal, no caso de pagamento do mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This