Tire já suas 7 principais dúvidas sobre a faculdade de Turismo

O investimento no ensino superior é fundamental para quem deseja aumentar sua renda e ter mais qualidade de vida. Pode acreditar: profissionais com diploma de nível superior ganham 140% a mais que aqueles que não têm uma graduação. E mais: há casos em que os formados chegam a ter renda 4 vezes maior!

Que tal se aventurar na faculdade de Turismo? Essa costuma ser uma opção bastante atrativa para quem gosta de lidar com pessoas de diferentes culturas e lugares, viagens e hospitalidade. É seu caso?

Preparamos este post especialmente para quem quer descobrir mais a respeito dessa opção. Confira a partir de agora respostas para as 7 principais dúvidas sobre a faculdade de Turismo! 

1. No que consiste o curso de Turismo?

O curso de Turismo forma profissionais para a atuação como turismólogos, profissão reconhecida por lei desde 2012. Essa carreira é voltada para a administração de elementos e negócios ligados à área, como aqueles relacionados a viagens, eventos, hotéis, operadoras de turismo, cultura, gastronomia, lazer e por aí vai.

2. O que é ensinado na graduação?

A faculdade de Turismo é ampla e generalista. Ao longo desse período, o aluno aprende fundamentos de várias disciplinas diferentes, desde Administração até Marketing.

Depois dessa base teórica diversificada, o estudante é introduzido a temas mais específicos, como hospedagem, transportes, patrimônio cultural e histórico, roteiros turísticos, turismo cultural e ecoturismo, gerenciamento de custos, entre outros.

3. Quais são as disciplinas?

Algumas das disciplinas presentes na faculdade de Turismo são:

  • Comunicação;
  • História e Patrimônio;
  • Lazer e Recreação em Hospitalidade;
  • Agenciamento e Transportes;
  • Operações de Alimentos e Bebidas;
  • Operações de Meios de Hospedagem;
  • Organização de Eventos;
  • Estatística para Gestores;
  • Geografia e Cartografia;
  • Planejamento e Organização;
  • Marketing;
  • Turismo e Meio Ambiente.
  • Políticas Públicas no Turismo;
  • Contabilidade e Custos;
  • Economia e Geopolítica.

4. Quais são as áreas de atuação?

Agências de viagens

Em agências de viagens, o turismólogo pode atuar organizando roteiros e orientando os clientes ou até mesmo coordenando as vendas de pacotes. Atividades como emissões de passagens e reservas de vagas em hotéis fazem parte do dia a dia.

Alimentos e bebidas

Restaurantes, hotéis e casas noturnas também fazem parte dessa indústria, o que abre o leque de possibilidades de trabalho para o profissional da área, que pode colaborar na coordenação e operacionalização das atividades.

Ecoturismo

Crescendo cada vez mais, o ecoturismo possibilita que o turismólogo organize viagens e roteiros ecológicos por ambientes naturais e parques.

Eventos

A organização e apresentação de eventos (sejam de negócios ou de entretenimento) também pode fazer parte do cotidiano do turismólogo.

Hotelaria

O segmento de hotelaria é um dos mais importantes do ramo. Seguindo esse caminho, o turismólogo vai administrar hotéis, negociar com fornecedores e supervisionar os serviços oferecidos aos hóspedes. Além disso, é possível atuar no lançamento de novos empreendimentos hoteleiros.

Marketing

Sem marketing, a indústria do turismo não seria impulsionada da mesma maneira. Por isso, muitos profissionais da área acabam se especializando em funções de comunicação, publicidade e posicionamento estratégico, o que envolve desde a promoção de uma marca até a definição do preço e dos pacotes a serem vendidos.

Órgãos públicos

Atualmente, também existem vagas para turismólogos em concursos públicos, abrindo espaço para a atuação em secretarias municipais ou estaduais, assessorando as políticas públicas de fomento ao turismo regional.

Esses cargos só podem ser ocupados por quem tem diploma de nível superior no curso de Turismo. A demanda está presente em todo o país, mas é maior nos grandes centros urbanos.

Planejamento

Como a área está sempre buscando novas possibilidades de expansão, é preciso que os turismólogos identifiquem o potencial turístico das mais diferentes regiões. Nesse sentido, depois de formado, o profissional poderá criar estratégias de exploração para municípios, estados ou regiões.

Será preciso analisar o impacto do turismo sobre a cultura local e o meio ambiente, estimulando a preservação de ambos e proporcionando um desenvolvimento sustentável da atividade.

Recepção

Quando vamos a um local novo, não há nada melhor do que ser bem recebido, não é mesmo? Melhor ainda se houver um profissional especializado para fazer essa recepção e orientar a respeito da cultura da região! Nesse contexto, o turismólogo pode atuar em órgãos públicos, agências de viagens ou em grupos hoteleiros.

Transporte

Sem transporte também não há turismo, certo? Ao trabalhar nessa área, o profissional coordena serviços de empresas aéreas, rodoviárias, ferroviárias e marítimas.

Turismo de negócios

O turismo de negócios é outra modalidade que cresce cada vez mais. E não se engane ao achar que organizar viagens para congressos, feiras e convenções é uma tarefa fácil, viu? O turismólogo é quem fica responsável por esse tipo de trabalho, podendo até mesmo atuar na organização dos eventos.

5. Qual o perfil do profissional da área?

Preferencialmente, quem quer seguir carreira na área de turismo deve gostar de lidar com pessoas. Somado a isso, é importante que o profissional esteja disposto a aprender outros idiomas, como inglês e espanhol. 

6. Como está o mercado de trabalho?

Independentemente do momento econômico, o setor de turismo sempre encontra maneiras de se desenvolver. Quando a economia vai bem, há um aumento na procura por viagens internacionais. Por outro lado, quando o real está desvalorizado, o público opta pelas viagens nacionais. Além disso, quando nossa moeda está mais acessível, isso atrai inúmeros turistas estrangeiros ao país.

Tudo isso acontece por uma demanda natural da sociedade: as pessoas querem viajar cada vez mais. Além disso, também há muita gente que se locomove a trabalho com frequência, gerando crescimento do setor.

Outro fato interessante é que o turismo está se tornando cada vez mais especializado, o que é excelente para quem se forma na área. Segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens, hoje há muitas pequenas agências apostando em segmentos específicos, como turismo para pessoas com deficiência, turismo gastronômico ou roteiros de aventura.

7. Como escolher uma boa faculdade?

Reconhecimento do MEC

Antes de mais nada, é importante conferir se a faculdade é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Afinal de contas, um diploma de nível superior no Brasil só tem validade real se a instituição tiver esse reconhecimento.

Com o aval do MEC, você poderá ocupar vagas de emprego que exijam nível superior (seja em órgãos públicos ou na iniciativa privada), além de ter o direito a cursar uma pós-graduação.

Demandas do mercado

Para aproveitar as oportunidades existentes na área, você precisa estar preparado. Enquanto algumas instituições são extremamente teóricas ou transmitem conteúdos desatualizados, há outras que estão alinhadas com as necessidades atuais do mercado.

Pensando nisso, o ideal é optar por uma universidade que promova ações que levem a mais oportunidades de trabalho. Isso também inclui professores comprometidos com o desempenho e com o futuro dos alunos.

Agora que você já conhece o básico do curso, é hora de se aprofundar mais. Fale com um consultor da UniNorte e receba informações detalhadas sobre a faculdade de Turismo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This