Já ouviu falar na incubadora de projetos? Entenda melhor seu conceito!

Você já ouviu falar em incubadora de projetos? Não? Ou até já escutou o termo, mas não faz ideia do que isso significa? Então não se preocupe, pois você está no lugar certo. Neste post, vamos abordar o que é uma incubadora de projetos e como ela traz inovação para a faculdade, proporcionando ótimas vantagens para os estudantes de graduação.

Estimular a criação de novas ideias, produtos, serviços e empresas é fundamental em um ambiente universitário, concorda? Afinal, os estudantes que fazem parte desse contexto estão se preparando para o mercado de trabalho e desejam ter experiências práticas que possam ajudá-los em suas futuras carreiras — tudo com o objetivo de chegarem mais preparados para o dia a dia de suas profissões.

Então, fique com a gente neste artigo para saber mais sobre incubadora de projetos!

O que é incubadora de projetos?

Uma incubadora de projetos é uma espécie de organização que pode estar vinculada a instituições de ensino privadas ou públicas, prefeituras e até mesmo iniciativas de empresas independentes. As incubadoras têm a finalidade de difundir a cultura empreendedora nesses meios, sendo uma alternativa para a geração de novas ideias, projetos, soluções, negócios etc.

Esse tipo de iniciativa oferece estrutura física e logística para a construção de protótipos, estruturação de negócios e desenvolvimento de soluções, dispondo de uma equipe técnica para dar suporte e consultoria aos estudantes. O objetivo é desenvolver produtos com alta tecnologia e qualidade.

Um dos maiores desafios de uma incubadora é criar um ambiente que possa promover a integração entre centros de pesquisas, faculdades, empresas e a comunidade em si, seja em nível nacional ou internacional. Além disso, elas visam, sobretudo, incentivar o empreendedorismo, o desenvolvimento regional, a diversificação, a geração de novos postos de empregos e o desenvolvimento tecnológico.

Portanto, dentro de uma instituição de ensino, a incubadora de projetos estimula altamente a criação de projetos inovadores e o empreendedorismo.

O que a incubadora de projetos representa para a inovação na faculdade?

Conheça agora o principal papel das incubadoras dentro das faculdades.

Suporte na elaboração de projetos promissores

As incubadoras de projetos geram uma grande influência na criação de projetos que podem proporcionar oportunidades promissoras por meio da intermediação entre:

  • empresas;

  • sócios;

  • investidores;

  • fornecedores;

  • compradores.

Ambiente planejado

Normalmente, as incubadoras disponibilizam um espaço físico especialmente construído ou adaptado para comportar os alunos empreendedores por um determinado tempo — locais chamados de empresas incubadas. Elas ainda buscam promover o acesso a serviços e outras facilidades que os estudantes arduamente encontrariam trabalhando sozinhos ou sem orientação apropriada.

Além dos ambientes individualizados para a instalação dos laboratórios ou escritórios, as incubadoras também oferecem outros ambientes igualmente úteis, como auditórios, salas de reunião, área para demonstração e exibição dos produtos, bibliotecas, secretaria e diversos benefícios vindos por meio de parcerias com instituições de pesquisa e ensino, iniciativas privadas e órgãos governamentais.

Apoio gerencial e técnico

As incubadoras de projetos que têm como característica principal a oferta de serviços e produtos com significativo grau de inovação cedem suporte técnico e gerencial, formação complementar aos empreendedores, fácil integração aos processos de inovação e simples acesso a novas tecnologias para os pequenos negócios.

Os estudantes ou empresas que buscam as incubadoras recebem auxílio para as questões administrativas, gerenciais e mercadológicas, bem como um apoio técnico para o desenvolvimento de seus serviços ou produtos. Com isso, o empreendimento tem a oportunidade de ser acompanhado e ter a consultoria de especialistas desde a etapa de planejamento até a consolidação de suas atividades.

Esse serviço de orientação e acompanhamento das fases de planejamento, desenvolvimento e execução, reduz as chances de falhas e garante elevadas taxas de sucesso durante todo o processo.

Expansão no mercado

Um projeto incubado é um negócio com grandes oportunidades de crescimento e expansão, justamente por ser um empreendimento desenvolvido em um ambiente voltado ao empreendedorismo e inovação.

Segundo informações do Portal do Brasil, tanto no Brasil quanto em outros países do mundo, a taxa de mortalidade de companhias que fazem parte de uma incubadora é reduzida de 70% para 20% em comparação àquelas que não fazem. Sendo assim, ter seu projeto aliado à expertise de uma incubadora é uma excelente opção!

Maiores parcerias e oportunidades

As incubadoras oferecem ótimas oportunidades de parcerias e contatos para transações comerciais. Através do networking, elas impulsionam a expansão do mercado, podendo envolver projetos de diferentes setores, empresas e órgãos governamentais.

Graças à sua vasta rede de contatos, a incubadora facilita o financiamento que o projeto pode precisar e atrai possíveis investidores. Isso traz possibilidades de conseguir capital para tirar as ideias do papel e colocá-las em prática.

Serviços de assessoria

Um dos maiores desafios dos novos empreendedores é o fato de não possuir experiência suficiente para encarar certas dificuldades que podem aparecer em seus caminhos. Como mencionado, as incubadoras de projetos disponibilizam serviços de consultoria especializada para os diversos setores comerciais existentes no mercado.

Aprimoramento de habilidades e qualificações

As incubadoras proporcionam todo o tipo de conhecimento que os alunos ou empreendedores precisam durante as fases mais cruciais de suas empresas, tais como:

  • palestras;

  • treinamentos;

  • cursos profissionalizantes;

  • capacitação e desenvolvimento de habilidades específicas.

Quais são as diferenças entre aceleradoras e incubadoras?

Diferentemente das incubadoras, uma aceleradora comumente investe recursos financeiros nos negócios. De modo geral, ela apoia os projetos com mentoria, metodologias próprias e networking e, em troca, fica com alguma porcentagem dos lucros ou participação na empresa.

Enquanto os processos de incubação têm uma duração mais longa, de 12 a 18 meses, os de aceleração acontecem em prazos mais curtos, uma média de 4 meses. Vale notar que há também um maior rigor na escolha dos projetos a serem acelerados pois o modelo de negócios deve presumir um ROI (Retorno Sobre Investimento) baseado no sucesso do processo de aceleração.

Uma incubadora de projetos pode ser o empurrão que faltava para você ter cada vez mais ideias inovadoras, organizá-las e tirá-las do papel. Se você já tem uma ideia com potencial suficiente para se transformar em um negócio, é importante aproveitar desde já a oportunidade que esse tipo de projeto oferece.

E então, o que você acha da ideia de utilizar o suporte de uma incubadora de projetos? Participar desse tipo de projeto é uma das alternativas para se dar bem no mercado de trabalho, mas ainda existem outras. Portanto, aproveite para conferir como desenvolver habilidades profissionais desde a graduação!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This