Faça seu plano de carreira em Nutrição aqui e agora!

Você sonha em construir uma carreira de sucesso na área de Nutrição? Já pensou se existisse um mapa que mostrasse como chegar lá? Bom, essa é a proposta deste conteúdo. Nos próximos tópicos, vamos mostrar em detalhes como fazer seu plano de carreira em Nutrição hoje mesmo!

É comum que, no início dessa jornada, o estudante ou profissional tenha inúmeras dúvidas. Afinal, são diversas possibilidades, assim como diferentes desafios que podem aparecer pelo caminho, não é mesmo? Pensando nisso, resolvemos esclarecer quais são os principais pontos a incluir no seu planejamento. Dessa forma, você terá muito mais segurança para trilhar seu caminho e dar seu melhor a cada dia.

Continue lendo para desenvolver seu plano de carreira em Nutrição!

Faculdade: o ponto de partida

Engana-se quem pensa que a carreira na área de Nutrição só começa depois de formado. Por mais que antes da graduação você ainda não seja um nutricionista licenciado, a própria escolha da faculdade ideal já constitui uma das decisões mais importantes da sua trajetória profissional.

Enquanto algumas pessoas buscam apenas ter um diploma (e acabam pagando caro por isso mais tarde), outras estão conscientes dos benefícios que uma boa faculdade de Nutrição pode oferecer. Confira algumas das possibilidades que uma graduação de alta qualidade traz!

Bolsa de estudos

Quem disse que você precisa ter um alto poder aquisitivo para cursar o ensino superior? As melhores instituições do mercado costumam fornecer algumas bolsas de estudos para quem está realmente comprometido com o curso.

Opções de intercâmbio

Atualmente, falar uma segunda língua é praticamente uma obrigação para se destacar no mercado. Além de ser uma exigência dos próprios empregadores, profissionais que compreendem inglês e outros idiomas têm muito mais facilidade para buscar novos conhecimentos, já que existem muitas publicações de qualidade ao redor do mundo.

Agora imagine poder passar um tempo estudando Nutrição fora do Brasil, ainda praticando o inglês ou o espanhol, por exemplo. Pois isso é possível! Ao optar por uma instituição renomada, você pode ter a chance de cursar um semestre do curso no exterior por meio de um intercâmbio.

Incentivo ao empreendedorismo

Muitos estudantes de Nutrição têm como objetivo abrir seu próprio consultório. Para isso, é fundamental estudar sobre empreendedorismo e aprender a respeito das melhores práticas de negócios.

Ao optar por uma boa faculdade, você tem acesso a palestras, oficinas e aulas sobre criação e gestão de negócios, mesmo que não curse Administração de Empresas. Na UniNorte, por exemplo, existe a Incubadora UniNorte Empreende, que apoia alunos de todos os cursos rumo a esse objetivo.

Bifurcações: os caminhos que a Nutrição oferece

A cada dia surgem mais áreas de atuação nas quais o nutricionista pode trabalhar. Por isso, é importante ficar sempre atento às novas possibilidades. Conheça agora quais são os principais ramos de atuação dentro da profissão!

Nutrição clínica

É o clássico atendimento em consultório, ocasião em que o nutricionista atende pacientes de forma individual, fazendo diagnósticos e elaborando dietas personalizadas. Para isso, é preciso ter um cuidado com a saúde do paciente como um todo, analisando o contexto de vida completo da pessoa.

Nutrição esportiva

Esse ramo cuida da alimentação, saúde e preparação de atletas, que podem ser tanto profissionais como amadores. Nessa área, o nutricionista pode trabalhar com atendimentos individuais e em equipes, sendo que os locais de atuação variam desde um consultório próprio até clubes esportivos e academias.

Indústria alimentícia

Você já deve ter reparado que todos os alimentos comercializados contêm um rótulo com informações nutricionais, certo? Esse é só um dos trabalhos que os nutricionistas realizam na indústria alimentícia. Essa atuação também engloba o acompanhamento de todo o processo de produção, controlando a qualidade e a higiene dos alimentos.

Pesquisa acadêmica e docência

Por ser uma disciplina tão importante para a saúde dos seres humanos e animais, a Nutrição precisa constantemente de pesquisadores. Nesse caso, é comum que o profissional atue ao mesmo tempo como professor e pesquisador, apesar de isso não ser uma regra. O trabalho pode ser desenvolvido em laboratórios, institutos de pesquisa e universidades, além da própria indústria de alimentos.

Nutrição coletiva

Ao contrário da Nutrição clínica, que costuma atender um paciente de cada vez, a coletiva cuida de grupos de pessoas. Normalmente, esse tipo de trabalho é realizado em restaurantes, refeitórios, cozinhas industriais ou na área de vigilância sanitária. Optando por essa área, o profissional deve ficar atento às mudanças nas leis, além de oferecer consultoria para a manutenção de alimentos e o desenvolvimento de cardápios.

Metas: um requisito para ter clareza no dia a dia

Depois de escolher uma boa faculdade, é hora de estabelecer pelo menos um objetivo para sua atuação como nutricionista. Isso pode ser feito por meio de metas de longo (10 anos), médio (5 anos) e curto prazos (2 ou 3 anos).

Sua meta de longo prazo pode ser, por exemplo, ter um consultório de sucesso, atuar como nutricionista esportivo ou ser gerente de Nutrição na indústria alimentícia. A partir daí, você pode quebrar essa meta em objetivos menores para médio e curto prazos. Você pode, em um período de 2 ou 3 anos, estabelecer a intenção de conseguir um estágio na área desejada, por exemplo. Simples o suficiente, não acha?

Flexibilidade: o ingrediente para saber se adaptar

Sabemos que quando falamos em metas, muita gente se sente pressionada. Mas não precisa ser assim, viu? Lembre-se de que o plano de carreira não está escrito em pedra. Aliás, muito pelo contrário: as metas são temporárias e devem ser mantidas enquanto fizerem sentido. Mais para frente, se você perceber que prefere seguir um outro caminho dentro da profissão, mude a meta!

O mesmo vale em relação às mudanças do mercado. Haverá épocas em que um determinado segmento dentro da Nutrição estará em alta, enquanto em outras esse mesmo caminho terá menos demanda. Isso não significa que você deva rever de plano de carreira o tempo todo, mas ao menos se manter aberto às possibilidades, pois elas podem trazer ótimas surpresas!

Aprendizado contínuo: o grande diferencial

A maior parte das pessoas pensa que o plano de carreira em Nutrição engloba somente metas e atividades de trabalho e graduação. Mas isso não é verdade! O planejamento ideal é aquele que prevê o aprendizado contínuo, indo além das salas de aula da universidade.

Para se destacar no mercado de trabalho, é fundamental participar de simpósios, congressos e seminários. Além disso, verifique sempre o que está bombando nas redes sociais. Por lá, é bem comum encontrar oportunidades de eventos e palestras que contribuirão com a sua evolução acadêmica e profissional.

Ao montar seu plano de carreira em Nutrição, portanto, considere desde a faculdade na qual você vai se formar até os recursos que serão utilizados para estudos complementares. Além disso, não se esqueça de levar em conta as outras dicas que passamos aqui, como o estabelecimento de metas e a flexibilização dos objetivos nos momentos e que isso fizer sentido.

Por fim, se quer receber mais conteúdos de qualidade sobre estudo e carreira, não deixe de assinar a nossa newsletter!

 

Comments (2)

  1. É uma profissão de muito Futuro.
    Como faço pra fazer está graduação neste segundo Semestre/2018

    1. Bom Erivaldo, você pode realizar nosso vestibular. Inscreva-se: https://www.uninorte.com.br/vestibular-agendado 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This