Cursos na área de saúde: quais são os principais e como escolher um?

Os cursos na área de saúde são alguns dos mais procurados pelos estudantes antes da graduação. Cuidado com o próximo, empatia para lidar com pessoas e equilíbrio emocional são algumas das características essenciais para quem escolhe uma profissão nessa área. Mas é preciso ir além.

No post de hoje, reunimos os principais cursos da área de saúde e alguns caminhos para escolher aquele tem mais a ver com você. Continue a leitura!

Quais os principais cursos na área de saúde?

Medicina

Não é uma novidade que o médico é o profissional responsável por diagnosticar doenças, prescrever tratamentos e prestar atendimentos de urgência. O que ainda gera dúvidas é como se dá a sua preparação. O curso de Medicina tem uma duração média de seis anos, geralmente divididos em três períodos: de ensino básico, atendimento clínico e internato.

Após esse período, o estudante pode obter um registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) e tornar-se clínico geral, ou ainda fazer uma residência médica para tornar-se especialista em alguma área específica.

Biomedicina

Mesmo com o nome parecido, Medicina e Biomedicina são profissões distintas. O biomédico é preparado para pesquisar micro-organismos e componentes da saúde humana, animal ou vegetal. Os profissionais dessa área, entre outras coisas, buscam tratamentos e vacinas para o combate de doenças e enfermidades. Para quem deseja atuar nessa área, o curso possui uma duração total de quatro anos na maioria das universidades.

Enfermagem

Com duração de quatro a cinco anos, o curso de graduação em Enfermagem prepara profissionais para cuidar da saúde e do bem-estar humano. Ao final desse período, eles serão capazes de definir procedimentos de urgência, recolher dados sobre a saúde do paciente e prestar atendimento. Há ainda a possibilidade de trabalhar na área administrativa de hospitais e clínicas, no setor de auditoria.

Odontologia

O dentista é responsável por cuidar de toda a saúde bucal dos pacientes. E isso não inclui apenas os dentes, mas os ossos da face e a boca. Com duração de cinco anos, o curso tem, em sua grade curricular, disciplinas como: Anatomia, Bioquímica, Ética e Bioética, Psicologia Geral e Metodologia Científica. Estudantes podem ainda se especializar em uma área específica, como Ortodontia e Periodontia.

Educação Física

Sim, a Educação Física faz parte da área de saúde! Com duração de quatro anos, esse curso de graduação forma profissionais capazes de preparar atletas, criar treinos de preparação física, auxiliar portadores de deficiência, dentre tantas outras atividades.

Psicologia

A Psicologia também é um dos cursos na área de saúde. O debate sobre a saúde mental tem aumentado nos últimos anos e, com isso, a visibilidade do profissional da área aumentou. Diferentemente do que muitas pessoas pensam, a profissão forma apenas psicólogos e não psiquiatras. Neste último caso, o estudante precisa obter uma formação em Medicina e se especializar na área, já que ele será responsável pela prescrição de remédios e outras formas de diagnóstico.

Já o psicólogo estuda durante cinco anos o comportamento dos seres humanos, suas emoções e ideias. Essa análise ajuda, por exemplo, no tratamento de distúrbios mentais e depressão ou na socialização de pessoas com distúrbios neurológicos, como o autismo. O trabalho da Psicologia também pode ser usado na área empresarial, para a formação de equipes, orientação vocacional e recrutamento de talentos.

Como descobrir qual deles combina com o seu perfil?

Verifique a grade curricular do curso

Antes de entrar na faculdade é comum que muitos estudantes escolham um curso com base nas disciplinas nas quais percebem mais facilidade no Ensino Médio. Quem é bom em exatas, por exemplo, costuma decidir por cursos da área, como Engenharia, Matemática ou Computação.

O problema é que nem sempre um curso de graduação apresenta somente as matérias que esperamos. Um exemplo é o curso de Psicologia, que, mesmo na área de saúde, tem Estatística, Sociologia, Produção de Texto e Antropologia em sua grade curricular, matérias que aparecem geralmente nas áreas de Humanas e Exatas.

Por essa razão, antes de se matricular em um dos cursos na área de saúde, faça uma pesquisa sobre a sua grade curricular e verifique se as suas disciplinas estão na sua área de interesse. Tenha em mente que, além do período de graduação, você terá de lidar com os assuntos abordados durante ela por toda a sua vida profissional.

Converse com profissionais da área

Não há ninguém que possa apresentar melhor um panorama sobre a realidade de uma profissão do que os seus profissionais. São eles que já enfrentaram o período da graduação e conhecem o lado bom e o ruim do que fazem. A área de saúde exige profissionais motivados e felizes com o que fazem e, por isso, você precisa ter clareza sobre os seus objetivos.

Para evitar dúvidas ou ilusões, vá em busca de pessoas que já estão atuando na área. Você pode fazer essa pesquisa com estudantes que estão concluindo a graduação, médicos de sua confiança, enfermeiros, fisioterapeutas e profissionais da saúde em clínicas e hospitais que frequenta e também pela internet. Redes sociais como o Facebook e o LinkedIn são excelentes fontes de busca por profissionais.

Pesquise a realidade do mercado de trabalho

O mercado de trabalho pode mudar e nem sempre o que está em baixa hoje continuará da mesma forma após a sua graduação. No entanto, mesmo sem garantias, é importante que você pesquise quais são as suas previsões. Especialmente em tempos de recessão econômica como o Brasil vem enfrentando.

Use a internet e pesquise, em sites com foco profissional, guias de carreira e cadernos econômicos, qual é a dinâmica do mercado da área. Sabemos que atualmente, ele exige profissionais diferenciados, com especializações, conhecimento em outras línguas e uma visão inovadora. Mas, e no futuro, será que as exigências ainda serão as mesmas? Não espere até o dia da formatura para descobrir!

Faça um teste vocacional

O teste vocacional é um tipo de avaliação muito utilizada por estudantes que estão em dúvida sobre qual carreira escolher. Ele usa perguntas específicas e testes direcionados para identificar quais as principais características de cada pessoa e, por fim, qual profissão condiz melhor com esses traços de personalidade.

É possível encontrar diversos testes gratuitos online, mas o indicado é que você procure profissionais, como psicólogos, para fazer essa avaliação. Coaches de carreira também podem ajudar a direcionar esses resultados para profissões ou especialidades que combinam mais com você.

É importante ter em mente que essa é apenas uma orientação e não uma garantia de uma decisão correta. Para ter certeza da sua escolha profissional você precisa se conhecer primeiro e ponderar onde deseja chegar daqui a alguns anos. Tem essa imagem em mente? Então é hora de ir em frente!

Agora que você sabe quais são as profissões ideais para você na área de saúde, entre em contato com a gente e comece o quanto antes o seu curso de graduação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This