Cursos de longa ou curta duração: o que é melhor para a carreira?

Após o Ensino Médio, é comum que os estudantes se deparem com diversas dúvidas sobre o futuro profissional, especialmente quando é o momento de escolher uma graduação. A continuidade dos estudos e o aprendizado de uma profissão são ações importantes, mas como exatamente escolher o caminho a ser trilhado? É melhor optar por cursos de longa ou curta duração?

Com tantas opções no mercado, fica difícil saber o que trará mais valor para a vida profissional. Sabemos que essa realmente não é uma etapa fácil para os jovens, afinal de contas, essas escolhas definirão o rumo de suas carreiras.

Preparamos este post justamente para que você compreenda como esses cursos funcionam e qual opção pode render frutos mais promissores. Continue a leitura e tire suas próprias conclusões sobre a modalidade de programa que mais vale a pena para a sua carreira!

O que são cursos de curta duração?

Considerados mais simples e objetivos, os cursos de curta duração são voltados para uma preparação específica, com foco no mercado de trabalho. Existem, nessa modalidade, a graduação de curta duração e o curso técnico, que pode ser realizado integralmente e simultaneamente com o Ensino Médio ou logo após sua conclusão.

Temos ainda os cursos de extensão, que geralmente possuem carga horária e duração menores que a graduação de curta duração e o curso técnico.

Vale lembrar que, justamente por oferecerem conteúdos mais rasos e direcionamentos muito específicos, essas opções costumam ser financeiramente mais acessíveis. Além do mais, possibilitam uma formação rápida, durando em média dois ou três anos. E não tem como negar que esses são fatores muito levados em conta na hora da escolha.

Outro ponto considerado na tomada de decisão a favor de uma graduação de curta duração, é o fato de o conteúdo ser voltado mais para a prática. Sem passar por diversas matérias teóricas, como no caso da graduação tradicional, a graduação de curta duração direciona o profissional para uma demanda específica de algum segmento do mercado de trabalho.

Quais são os benefícios dos cursos de curta duração?

Se os cursos de curta duração despertam o seu interesse, atente aos pontos a seguir. Listamos os principais benefícios desses programas de modo geral.

Construção de networking

Um bom currículo e uma formação de qualidade são fundamentais para qualquer profissional que deseja se destacar dos demais. No entanto, se você não possui uma rede de contatos profissionais, dificilmente seu currículo chegará até as pessoas certas. É importante investir em networking, pois, a partir dessas conexões, é possível gerar novos negócios, trocar experiências e conseguir novas oportunidades no mercado de trabalho.

Pensando nisso, os cursos de curta duração são excelentes alternativas para quem pretende apostar nessa prática. Em sala de aula, você terá contato com diversos professores e ainda outros alunos que provavelmente atuam na mesma área profissional que você está ou deseja trabalhar.

Oportunidade de mudança de carreira

Quem quer mudar o rumo de sua carreira vai se beneficiar bastante com programas dessa modalidade. Como dissemos, a partir deles é possível obter um conhecimento rápido acerca de uma área específica sem gastar muito dinheiro.

Então, se você flerta com um determinado setor, mas não sabe ao certo se ele tem a ver com o seu perfil profissional e não quer comprometer tanto o seu bolso, vale a pena investir nesse tipo de curso.

Desenvolvimento de habilidades práticas

Esse é um dos maiores benefícios dos cursos de curta duração. Eles garantem um aprendizado muito mais direcionado, favorecendo o desenvolvimento de competências técnicas sólidas que serão essenciais para o seu futuro profissional.

Aperfeiçoamento do currículo profissional

O mercado de trabalho já não é o mesmo e, para conquistar aquele tão sonhado emprego, é preciso buscar qualificação sempre. Assim, vale a pena investir em um curso rápido para desenvolver conhecimentos específicos e garantir a sua atualização profissional.

Rápida inserção no mercado de trabalho

Os cursos de curta duração, assim como a graduação de curta duração, são alternativas excelentes para quem deseja rápida inserção no mercado profissional. Como mencionado, a graduação de curta duração é concluída em cerca de três anos, diferentemente da tradicional, que dura entre quatro e seis anos.

E o que são cursos de longa duração?

Mais tradicionais e com um número maior de disciplinas em sua grade, os cursos de longa duração são bastante procurados por estudantes e também por profissionais que desejam concluir uma segunda graduação. Duram entre quatro e seis anos, proporcionando uma formação mais completa e abrangente.

Quais são as vantagens dos cursos de longa duração?

Listamos a seguir algumas das maiores vantagens obtidas ao optar por um curso de longa duração. Confira:

Oportunidades de emprego

Com um diploma de curso superior, suas chances de conseguir um bom emprego aumentam consideravelmente. E não é só isso! Completando uma graduação, você se torna um candidato em potencial para aqueles cargos que oferecem salários e benefícios melhores.

As possibilidades de conseguir um bom emprego também aumentam consideravelmente se levarmos em conta o networking criado durante a faculdade. Afinal, não se esqueça de que muitos dos seus colegas de sala podem ocupar cargos em empresas reconhecidas no mercado após a conclusão do curso. Já imaginou se você é indicado para alguma delas?

Perspectiva de mercado

Com as disciplinas de uma graduação tradicional, o aluno obtém bagagem e conhecimentos que trazem uma visão mais ampla do seu mercado de atuação. Com as matérias teóricas, o estudante entende de forma mais abrangente o universo da profissão, tornando-se um profissional mais completo e capaz de tomar decisões acertadas.

Possibilidade de enriquecimento cultural

Sem dúvida alguma, o enriquecimento cultural é outro ganho relevante para a formação profissional e pessoal de qualquer um. Ao conviver durante o período da faculdade com indivíduos de origens, gostos e costumes diferentes, o aluno aprende a aceitar as diferenças, tornando-se uma pessoa mais tolerante. E, obviamente, essa característica é essencial não apenas para a carreira, mas também para a vida.

Relação entre custo e benefício

Um curso de longa duração é um investimento que só pode render excelentes frutos a médio e longo prazo. Diferentemente da graduação de curta duração, por exemplo, os valores das mensalidades nesse caso podem até não ser tão baratas, mas é preciso levar em consideração que os benefícios obtidos são imensuráveis.

Isso sem contar que, como falamos, esses cursos trazem um reconhecimento maior, bem como melhores oportunidades para a carreira e mais destaque no mercado de trabalho.

Promessa de estabilidade financeira

Como você viu até aqui, o investimento feito em um curso de longa duração pode trazer excelentes vantagens para o seu futuro profissional, incluindo a estabilidade financeira. Isso é possível porque quem faz esse investimento geralmente recebe uma remuneração melhor.

Além do mais, com o diploma na mão, ainda é possível cursar uma pós-graduação para elevar sua remuneração e consolidar de vez sua estabilidade financeira. De acordo com uma pesquisa realizada pela Catho Educação, realizar uma pós-graduação pode aumentar o salário em até 118%.

Qual é o melhor para a sua carreira?

Depois de analisar cada uma das modalidades, fica bem mais fácil chegar a uma conclusão sobre os cursos de longa ou curta duração, não é mesmo? O detalhe é que esse raciocínio precisa levar em conta o perfil do estudante e o que ele pretende alcançar em sua vida profissional.

Fazendo uma análise mais genérica, podemos dizer que os cursos de curta duração devem ser escolhidos por quem já optou por uma área específica de atuação e não tem muito tempo disponível. Com um perfil mais direto e prático, esse estudante prefere cursos que o preparem para a profissão, realmente focando no mercado. Você se identificou? Acha que se encaixa nesse perfil? Então, essa talvez seja uma boa opção.

Já os cursos de longa duração proporcionam uma visão mais ampla do mercado, um embasamento teórico riquíssimo, bem como uma abordagem prática da profissão. Isso sem falar na possibilidade de alcançar melhores oportunidades profissionais e uma remuneração mais robusta, além da oportunidade de se enriquecer culturalmente. Alguma dúvida de que tudo isso só tende a acrescentar em sua trajetória profissional? Com certeza não, certo?

No fim das contas, embora exijam um investimento um pouco mais alto que a graduação de curta duração, a graduação tradicional oferece um melhor custo-benefício. Além disso, é importante lembrar da possibilidade de se conseguir bolsas de estudos e descontos, alternativas disponibilizadas pelas melhores instituições de ensino do país.

Independentemente da sua escolha por cursos de longa ou curta duração, uma coisa é certa: o mercado de trabalho mudou consideravelmente, está cada vez mais acirrado e busca hoje por profissionais preocupados em se manterem constantemente atualizados. É tempo, então, de se preparar para essa nova e desafiante realidade!

E aí, qual tipo de programa desperta mais seu interesse: cursos de longa ou curta duração? Se você ainda não sabe ao certo qual é a melhor opção para você, deixe um comentário no espaço abaixo agora mesmo. Nós podemos ajudar você a tomar essa importante decisão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This