Conheça o curso de Serviços Judiciais na UniNorte

Com a intenção de formalizar o vínculo empregatício de profissionais que já atuam em áreas jurídicas e preparar melhor os alunos que sonham com a aprovação em um concurso público, o curso de Serviços Judiciais vem ganhando cada vez mais espaço nas universidades depois da regularização concedida pelo MEC no último ano.

Nos próximos tópicos, você vai conhecer a fundo como é a área de atuação desse profissional e como é a estrutura curricular do curso, que recentemente passou por reformulações para adquirir um caráter técnico. Confira!

O cenário no mercado e na universidade

Para contextualizar melhor como é o mercado de trabalho desse profissional, achamos importante já explicitar ao menos as diferenças básicas de suas funções para as de um estagiário de Direito.

O estagiário depende diretamente da supervisão de um advogado e sua intenção é futuramente ingressar em alguma carreira do Direito. Já o técnico jurídico é aquele profissional que atua nas rotinas de departamentos e escritórios, operacionalizando suas funções. Quando falamos em operacionalizar queremos dizer que as funções de atendimento, relações públicas e recolhimento de informações ditadas em tribunais, por exemplo, passam a ser de responsabilidade desse profissional.

O curso tem 2 grandes chamativos, sendo o primeiro deles a possibilidade de migração para o curso de Direito logo após sua conclusão. Dessa forma, parte das matérias vistas na formação em Direito são prontamente eliminadas. Boa parte dos alunos opta por esse caminho, uma vez que a mensalidade e a duração do curso de Serviços Judiciais são menores, o que facilita a formação de estudantes com renda limitada.

Vale aqui fazermos um parêntese para esclarecer uma dúvida bem comum: ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, o técnico em serviços jurídicos não é dispensado da metade do curso tradicional de Direito. Na prática, é feita a dispensa apenas de algumas matérias equivalentes.

O segundo ponto mais chamativo dessa formação é o interesse por concursos públicos. Em Serviços Judiciais, os alunos conhecem todas as diretrizes de atuação dos profissionais concursados que atuam na área jurídica, o que pode funcionar como um elemento facilitador para o ingresso no mercado.

Vale destacar que a conclusão do curso de Serviços Judiciais faz com que o aluno esteja apto a prestar concurso público para nível superior, sem a dependência de uma formação complementar.

As áreas de atuação desse profissional

Os campos de atuação do técnico em Serviços Judiciais ainda é um pouco restrito. Basicamente, suas funções são voltadas para escritórios e empresas que tomam decisões administrativas e judiciárias. Uma de suas funções é trabalhar como uma espécie de braço direito dos advogados nos seguintes setores:

  • departamentos administrativos empresariais, organizações e repartições públicas;
  • cartórios judiciais e extrajudiciais;
  • tribunais arbitrais;
  • diversos setores que trabalham em âmbito jurídico.

Essa, no entanto, ainda não é uma área sindicalizada. Por isso, não existe (ao menos por enquanto) a obrigatoriedade de estágios em tribunais ou obrigações contratuais previstas nos editais do governo.

O perfil dos alunos do curso

O perfil do aluno que cursa Serviços Judiciais é bem variado. Entre os mais jovens se destacam estudantes recentemente saídos do Ensino Médio que, como dissemos agora há pouco, pretendem prestar um concurso público ou buscam a transferência para o curso tradicional de Direito. Entre os mais velhos estão profissionais que já atuam direta ou indiretamente na área, mas que precisam de um curso de graduação mais específico para alavancar a carreira e conseguir uma melhoria salarial.

Como exemplo, podemos citar um funcionário do Tribunal de Justiça que não tem uma graduação, concursado por prova de nível médio. A partir do momento da conclusão de um curso superior, esse profissional recebe uma bonificação. Por se tratar de um curso que abrange as áreas de atuação desse concursado e que dura a metade do tempo de uma formação superior tradicional, o curso técnico em Serviços Judiciais é a opção perfeita.

O curso de Serviços Judiciais na UniNorte

O técnico em Serviços Judiciais é considerado um curso de curta duração. Ministrado em todos os 3 turnos, a expectativa de conclusão na UniNorte é de 2 anos. O corpo docente é completamente composto por mestres e especialistas com grande presença no mercado e atuação na área jurídica.

Grade curricular

A grade curricular do curso foi devidamente planejada para oferecer aos alunos a melhor experiência possível nos campos jurídicos. No primeiro ciclo são ministrados conteúdos referentes a Comunicação, Direito Penal, Direito Civil, Antropologia, Teorias da Constituição e Teoria do Processo.

Já no segundo ciclo são ofertados conteúdos voltados para o Direito Tributário, Direito Administrativo, Direito Processual, Atividade Notarial e Registral, além de matérias optativas e projetos de integração.

A carga horária total do curso é de 1.672 horas, acrescidas de 100 horas de atividades complementares obrigatórias.

Bolsas de estudo

Todos os programas de bolsas de estudos que contemplam os cursos superiores tradicionais também são válidos para o curso de Serviços Judiciais. Entre eles está o programa socioeducativo Bolsa Universidade, o programa federal de concessão de bolsas de estudo ProUni e o crédito universitário PraValer — com simulação gratuita no site da UniNorte.

Estágio e inserção no mercado

Mesmo não existindo a obrigatoriedade de estágios para essa modalidade, é de extrema importância que o aluno tenha contato com as rotinas dos departamentos jurídicos e administrativos, além de vivenciar experiências de relacionamento com advogados e gestores públicos.

Por se preocupar bastante com o destino dos alunos, a UniNorte trabalha de forma a facilitar a inserção desses profissionais no mercado por meio de parcerias com empresas em Manaus. Além disso, por pertencer ao grupo internacional Laureate, com centros universitários espalhados em todo o país, a UniNorte oferece contato com profissionais renomados de todo o Brasil por meio de palestras e aulas.

O intercâmbio entre unidades também é uma prática comum na universidade, proporcionando experiências empíricas que agregam muito valor à formação profissional dos estudantes.

Sendo assim, o técnico em Serviços Judiciais formado pela UniNorte vai para o mercado preparado para se destacar em concursos públicos e exercer a profissão de forma brilhante na área forense de sua escolha.

Por fim, agora que você já conhece as particularidades do curso de Serviços Judiciais na UniNorte, entre em contato conosco para conhecer nossos editais para vestibulares e esclarecer dúvidas sobre condições de matrícula!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This