Chegou a hora de escolher a faculdade: o que levar em conta?

A preparação para o vestibular é apenas uma das etapas que os estudantes enfrentam para ter condição de entrar na universidade. Antes de dar início à apertada rotina de estudos, eles precisam tomar uma das decisões mais importantes e difíceis de todas: escolher a faculdade ideal.

Nesse momento, existe uma pressão grande, por que qualquer escolha errada vai impactar no futuro profissional e, justamente por essa razão, não dá para confiar apenas na sua intuição. É preciso pesquisar muito e levar em conta vários fatores para escolher uma boa Instituição de Ensino Superior (IES).

Por isso, no post de hoje, reunimos os critérios mais importantes para você decidir com segurança pelo que é melhor para você. Quer saber mais? Então continue a leitura!

Localização

A mudança nas condições dos vestibulares e a criação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) facilitou (e muito!) que os estudantes tenham acesso a universidades situadas em outras cidades. No entanto, é preciso ter em mente que a localização da instituição de ensino influencia muito nos custos. Por essa razão, é importante levá-la em consideração ao escolher a faculdade.

Se o seu orçamento é limitado, fique atento aos cursos que estão disponíveis perto da sua cidade e perto da sua casa. Avalie as condições de transporte e como você poderá se deslocar diariamente, dentro do horário das aulas. Faculdades em outras localidades terão ainda o custo adicional com moradia e alimentação.

Essas informações precisam estar no topo da sua lista de considerações, pois elas terão o maior peso nos gastos que você terá durante a graduação e ajudarão a avaliar se vale a pena ingressar em determinada instituição.

Grade curricular

As universidades costumam oferecer, em seus sites, informações sobre a grade curricular de cada curso. Esses dados ainda são negligenciados por muitos estudantes, mas precisam ser levados em consideração, pois tais matérias definirão o andamento da sua graduação e até o seu interesse pela carreira.

Em todas as graduações, é inevitável encontrar uma disciplina ou outra com a qual não nos identificamos, mas isso não deve comprometer a sua vontade de atuar em determinada área profissional. O mais importante agora é entender, e avaliar, o conjunto de disciplinas do curso e não focar apenas em uma.

Infraestrutura

A infraestrutura da faculdade também vai exercer grande influência no seu desenvolvimento e na sua preparação para o mercado de trabalho. Para um curso de biomedicina, por exemplo, laboratórios bem equipados fazem toda a diferença no desenvolvimento prático. Já para um curso de jornalismo, uma biblioteca com livros diversificados, câmeras profissionais e equipamentos de edição de imagens são fundamentais para a criação de conteúdo de qualidade.

É importante que cada curso tenha suas próprias estruturas, com áreas exclusivas para os seus estudantes, em vez de partilhadas com toda a universidade. Bibliotecas, laboratórios, equipamentos tecnológicos de ponta, salas confortáveis e bem climatizadas e móveis ergonômicos contribuem para a qualidade da sua formação, por isso devem ser critérios avaliados ao escolher a faculdade.

Tenha em mente apenas que é o material humano que realmente dá valor à infraestrutura oferecida pela faculdade. Mas com os recursos e as ferramentas certas, a sua preparação para o mercado de trabalho será ainda melhor!

Conceito no MEC e avaliações de ex-alunos

O Ministério da Educação (MEC) atribui um conceito e uma classificação para cada IES no Brasil. É preciso ter muita atenção a essa nota na hora de escolher a faculdade, pois ela leva em consideração todos os quesitos essenciais para uma boa formação: corpo docente, gestão, infraestrutura e qualidade de ensino.

O MEC também realiza periodicamente exames como o Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), que, entre outros fatores, avaliam o rendimento dos estudantes universitários. Esse critério pode ajudar a identificar se a educação oferecida em uma determinada faculdade realmente gera resultados.

Seguindo essa linha, fique atento também ao desempenho profissional dos ex-alunos das universidades que estão na sua lista e o que eles têm a dizer sobre elas. As redes sociais são excelentes fontes desse tipo de informação! Mesmo que uma faculdade já tenha tradição que a torna relevante para o mercado, só quem viveu o seu dia a dia na prática poderá mostrar para você os reais problemas e o que de bom essa instituição oferece.

Mensalidades

Universidades públicas ainda são o principal alvo de interesse da maioria dos estudantes, especialmente pela possibilidade de ter uma ótima formação universitária de forma gratuita. A boa notícia é que muitas faculdades particulares já oferecem preços e condições que possibilitam ao estudante ter uma formação de qualidade, mesmo com recursos financeiros limitados.

Considere as mensalidades, as condições de pagamento e as oportunidades de bolsas de estudo como um critério valioso para a sua escolha do curso de graduação. Muitas instituições renomadas estão vinculadas a programas de financiamento estudantil ou oferecem condições especiais para estudantes que não tenham como arcar com os custos totais das suas mensalidades. Vale a pena pedir orientação e buscar essas oportunidades.

Possibilidades extracurriculares

Mesmo sendo essencial para a formação, o ambiente universitário não deve ser o único espaço que um futuro profissional ocupará durante a graduação. Ele precisa ir além dele e buscar outras maneiras de ganhar experiência e inserção no mercado de trabalho.

Por essa razão, pesquise a fundo se a faculdade oferece cursos de extensão, centros de línguas, programas de intercâmbio e de mobilidade estudantil, e se possui parcerias com outras faculdades e empresas.

Estágios, intercâmbios e congressos constituem experiências valiosas para se preparar para as exigências do mercado profissional e aumentar as suas competências individuais.

Ufa! Escolher a faculdade ideal exige fôlego e muita pesquisa, não é? Para evitar dúvidas e entender melhor como as faculdades do seu interesse se encaixam nos critérios indicados aqui, avalie quais cursos despertam o seu interesse e vá fazer uma visita à instituição! Dessa forma você conseguirá avaliar a infraestrutura, conhecer a coordenação e a grade curricular dos cursos oferecidos, conversar com os estudantes e ir se familiarizando com o seu dia a dia.

Gostou das dicas? Quer conferir mais sobre esse tema e outros assuntos relacionados à graduação? Então não deixe de assinar a nossa newsletter para receber nossas atualizações diretamente no seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This