Afinal, vale a pena fazer faculdade de Ciências da Computação?​

Imagine a cena: você é alguém bem chegado em informática, gosta dos desafios matemáticos e se interessa por tudo o que tem a ver com tecnologia. Nesse caso, na hora de escolher seu curso superior, a faculdade de Ciência da Computação certamente entra para a lista, não é mesmo?

Mas o curso acaba deixando algumas dúvidas. Afinal, quem se forma nessa área é o quê? Essa é fácil: cientista da computação. Mas quem exatamente ele é, onde vive e do que se alimenta?

A verdade é que o cientista da computação é um profissional que tem um mundo de possibilidades para trabalhar. Isso é, aliás, o que faz esse curso ser tão promissor!

Se você quer saber tudo sobre Ciência da Computação, não se preocupe: a UniNorte vai tirar suas dúvidas hoje mesmo! Continue com a leitura para descobrir mais sobre o assunto!

O que é a Ciência da Computação?

Antes de mais nada, é preciso conhecer o terreno em que você pretende pisar. Para isso, o primeiro passo é entender o que é essa tal de Ciência da Computação.

Não tem mistério: estamos falando aqui de uma área exata de estudo dedicada a desbravar cada vertente da tecnologia. Por isso, o aprendizado e domínio dessa ciência inclui conhecer técnicas e instrumentos de computação e processamento digital.

Os alunos do curso estudam, entre outros assuntos:

  • algoritmos;
  • desenvolvimento de softwares;
  • telecomunicações;
  • bancos e modelagem de dados;
  • protocolos de comunicação.

A princípio, você pode até ver semelhança com outras áreas da computação, mas cada uma delas tem um foco diferente.

Enquanto a Ciência da Computação busca desenvolver novos softwares para as mais diversas plataformas, a Engenharia da Computação atua desenvolvendo máquinas e hardwares. Já o curso de Sistemas de Informação é mais voltado para processos na área de informática.

Como é a faculdade de Ciência da Computação?

A faculdade de Ciência da Computação é um bacharelado que tem duração média de 4 a 5 anos, assim como boa parte dos cursos superiores. As disciplinas estudadas englobam vários conhecimentos matemáticos, como cálculo, geometria e álgebra.

Vale ressaltar, a propósito, que os cálculos têm forte presença em grande parte das áreas técnicas estudadas, de inteligência artificial a linguagem de programação, passando pelo processamento de imagens e muito mais.

Algumas disciplinas de gestão também estão presentes na grade curricular, a fim de garantir que os estudantes concluam o curso com uma formação profissional ampla, estando bem preparados para o mercado.

Em que áreas é possível atuar depois de formado?

As possibilidades de atuação para quem resolve estudar Ciência da Computação são muitas — mas muitas mesmo! Além do curso em si já abrir diversas portas, tanto sua vocação como cursos complementares e pós-graduações ajudam a definir o caminho a seguir.

Você pode atuar, por exemplo, com:

  • banco de dados, trabalhando com fontes de informação e desenvolvendo aplicações para organizar, classificar e indexar cada uma delas;
  • desenvolvimento de programas e aplicativos, criando softwares para computadores, sistemas embarcados e celulares;
  • marketing e vendas, caso esse seja seu foco, atuando na venda técnica e consultiva de softwares e hardwares ou analisando e planejando a criação de novos produtos;
  • suporte e consultoria, assessorando empresas e dando manutenção a sistemas e redes de computadores.

Mas nada impede que você atue em outras áreas, viu? Como dissemos, as possibilidades são variadas. Caso se interesse, você pode se dedicar à pesquisa científica e tecnológica ou se especializar em segurança da informação, por exemplo.

Como é a carreira do profissional?

Uma característica bem evidente da área é a necessidade constante de inovação e estudo. Afinal, a tecnologia nunca para! Depois que terminar a faculdade de Ciência da Computação, você vai pelo mesmo caminho.

Pense bem: em todas as áreas escolhidas, há sempre a possibilidade de melhorar sistemas e desenvolver ferramentas novas e mais potentes, seja para fins corporativos ou mesmo para apps e jogos de uso puramente pessoal.

Nesse cenário, a pós-graduação e as certificações são essenciais para que você se consolide como um especialista na área que escolher. De toda forma, é um investimento que vale muito a pena. Para quem decide estudar Ciência da Computação, o céu é o limite.

Tanto há espaço para trabalhar em empresas nacionais como nos grandes nomes internacionais — por que não Google, Spotify ou Netflix? Mesmo que não queira um emprego de carteira assinada, você pode prestar serviços ou até abrir sua própria empresa. Em todo caso, é fundamental buscar sempre novas qualificações e atualizações para não ficar para trás.

Que perfil o estudante desse curso deve ter?

A faculdade de Ciência da Computação exige facilidade com raciocínios abstratos (e gosto por esse assunto), além de poder envolver muitos desafios de longos cálculos. Sim, é importante que você tenha afinidade com tecnologia, mas é certo que vai encarar muita Lógica e Matemática até dizer chega. Então afie suas habilidades com os cálculos desde já!

Muita gente acredita que, por gostar de jogos, acompanhar os novos lançamentos de smartphones e computadores ou ficar encantado com a inovação tecnológica vai se dar bem nesse ramo. Mas essa ideia normalmente acaba causando muita decepção.

O que você tem que saber desde já é que o curso é lotado de números, principalmente durante os 2 primeiros anos. Desenvolver jogos e programas não é brincadeira. Esse trabalho requer muito (mas muito mesmo) conhecimento matemático.

Qual a média salarial na área?

Essa é uma pergunta que tem só uma resposta possível: depende. A variação é bem grande e está ligada a alguns fatores, como:

  • a área de atuação;
  • a experiência do profissional;
  • o porte e a localização da empresa;
  • os cursos e as certificações do profissional.

Para você ter uma ideia, confira algumas profissões da área e os salários informados pelos próprios profissionais no site LoveMondays:

  • analista da computação: de mil a 10.500 reais;
  • cientista da computação: de 1.400 a 7.400 reais;
  • desenvolvedor (ou programador): de 900 a 25 mil reais;
  • analista de banco de dados: de 1.200 a 10.700 reais;
  • administrador de banco de dados: de 750 a 22 mil reais.

Viu como a variação é grande até mesmo para funções semelhantes? Sem dúvida, as diferenças se devem aos fatores que citamos.

Como está o mercado de trabalho?

Essa área tem uma demanda constante por bons profissionais. Como são muitas as possibilidades de atuação, quanto mais completo e versátil você for, mais facilmente conseguirá uma boa colocação. E tem mais: há muitas vagas tanto no Brasil quanto no exterior.

Segundo informações da Associação Brasileira de Tecnologia da Informação (Brasscom), o Brasil tem destaque internacional no ramo de games. Além disso, somos um dos maiores centros de Tecnologia da Informação do mundo!

Existe muita procura por profissionais brasileiros devidamente qualificados também em outros países — como é o caso do Canadá. Não quer morar no exterior? Sem problema! Aqui no Brasil também há muitos postos! A multinacional PwC Brasil, por exemplo, abriu seu programa de recrutamento e seleção em 2018 com nada menos que 400 vagas na área!

Para ter sucesso, é fundamental saber falar mais de uma língua, sendo o inglês simplesmente imprescindível. E não é para menos, já que há muito material de estudo que não está em português. Além disso, mesmo para trabalhar no Brasil, as vagas de multinacionais pedem inglês fluente como requisito básico.

Também é importante que você sempre procure estudar o que está em alta. Hoje em dia, os conhecimentos mais valorizados incluem Big Data, segurança digital, cloud computing e internet das coisas. Saiba: quando você oferece o que o mercado procura, consegue colocações melhores, com salários e benefícios mais atrativos.

Por que exatamente estudar Ciência da Computação?

A essa altura, você já tem uma boa visão do que é a carreira e a faculdade de Ciência da Computação, certo? Mas se quer um resumão de tudo para se decidir de uma vez por todas, nós ajudamos. Confira a seguir quais são os principais motivos para investir seu futuro nesse curso!

A tecnologia é uma tendência

Melhor dizendo: a tecnologia é sempre uma tendência. Olhe ao redor para ver como é ela que movimenta o mundo atualmente, ajudando na descoberta de novos medicamentos e tratamentos, atualizando as formas de comunicação e mudando completamente nossa forma de viver.

Pois isso certamente tende a continuar. Nos anos que virão, portanto, você vai encontrar muitas portas abertas para a computação e seus profissionais, grandes responsáveis pelas próximas mudanças no mundo.

O mercado de trabalho está sempre aquecido

É exatamente pelo que acabamos de explicar que não tem tempo ruim para a área da computação. Hoje em dia, toda empresa precisa ter uma área de TI. Assim, mesmo que você não tenha muita experiência e seja recém-formado, vai encontrar oportunidades em estágios, programas de trainee e como assistente. Aí basta mostrar o que sabe para construir um caminho de sucesso!

O trabalho pode ser feito sozinho ou em grupo

Você é daqueles que pensa melhor sozinho? Fique tranquilo, pois terá opções para atuar mais no seu canto. Mesmo em equipes de desenvolvedores, aliás, boa parte do trabalho exige bastante concentração, o que dá aos profissionais diversos momentos da mais pura tranquilidade.

Já se o que traz motivação para seu dia a dia é a interação, a conversa e o clima de equipe, também não há com que se preocupar. Há várias posições e setores de TI que trabalham em conjunto, baseando-se justamente na interação entre os profissionais para a obtenção de resultados rápidos e eficientes.

As áreas de atuação são muito diversificadas

Seja em oportunidades de emprego formal ou trabalhando fora da caixa, você vai achar um lugar para se encaixar. A TI não se restringe ao desenvolvimento de sistemas ou à infraestrutura de hardware. Assim, são diversificadas tanto as áreas dentro da Ciência da Computação como suas opções de trabalho.

Lembra que falamos que toda empresa precisa de um setor de informática? Graças a isso, você pode atuar com saúde, educação, cultura, negócios ou qualquer outra área. Também não há restrições quanto ao porte, surgindo oportunidades tanto nas microempresas como em grandes multinacionais. Setor público ou privado, indústria, comércio ou serviços: todas as áreas abrem espaço para profissionais de Ciência da Computação.

A remuneração é boa

Mas quem garante que vou ganhar bem? Bom, aí é só com você mesmo. Com tantas oportunidades, as empresas se preocupam em reter os melhores profissionais. Elas sabem o valor deles e investem pesado para mantê-los na folha de pagamento. Por isso, trate de fazer cursos para se especializar e atualizar. Não pare de estudar! Você vai ser recompensado por isso com salários cada vez melhores.

E aí, ficou convencido? Agora você já sabe tudo sobre Ciência da Computação e, como você pode ver, é um dos cursos mais versáteis da área de TI! Se essa é sua praia, dedique-se e acredite: o sucesso só depende de você!

Agora aproveite para conhecer o curso de Ciência da Computação da UniNorte e decidir até a universidade onde vai se formar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This