7 sinais de que você deve escolher um curso na área de saúde

Ao pensar profissionalmente sobre si mesmo, que tipo de trabalho se enxerga fazendo? Quer cuidar de pessoas e ajudar a melhorar sua qualidade de vida? Aliás, quem sabe até mesmo salvar algumas vidas? Se essas possibilidades o deixaram animado, talvez a área de saúde seja o melhor caminho profissional para você!

Pode acreditar: essa é uma das áreas que mais atrai estudantes no Brasil, em cursos como Enfermagem, Medicina, Farmácia, Odontologia e Fisioterapia, entre tantos outros. E esse interesse mostra o quanto a área tem crescido, oferecendo diversas oportunidades para os profissionais. Mas isso não quer dizer que ela é fácil, viu?

Para ser um profissional da saúde, é preciso se dedicar bastante, além de saber enfrentar bem a pressão de lidar com pessoas em momentos extremamente delicados. Por essas e outras, é primordial estar certo da sua decisão. Para ajudar, separamos aqui 7 sinais que tirarão suas dúvidas sobre escolher (ou não) um curso nessa área!

1. O bem-estar das pessoas é sua principal motivação

Profissões como Medicina são tradicionalmente conhecidas pelo excelente retorno financeiro que oferecem. No entanto, buscar uma profissão da saúde baseado apenas no dinheiro pode gerar uma enorme frustração, desviando o profissional do real objetivo dessa área: ajudar e servir pessoas.

Pense bem: diante de um dia a dia cansativo, em que é preciso lidar com as cobranças naturais do trabalho, com a exaustão dos plantões e com o estresse de muitos pacientes, é preciso amar o que se faz para manter o interesse pela profissão vivo. Por isso, antes de tomar uma decisão, seja sincero consigo mesmo, perguntando-se sobre sua real motivação.

O serviço de saúde precisa contar com pessoas capazes de entender que os pacientes não estão apenas fragilizados fisicamente, mas também emocionalmente. Ao buscarem atendimento, essas pessoas devem ser recebidas com um tratamento humanizado, que otimize sua qualidade de vida. E isso exige profissionais que as tratem com respeito, que tenham uma postura caridosa.

Se você é capaz de oferecer tudo isso e sua motivação tem o foco certo, então está pronto para ser um excelente profissional da área de saúde!

2. O estudo é uma de suas atividades favoritas

Um profissional da área de saúde precisa ser comprometido com o bem-estar dos outros, certo? O detalhe é que, para isso, é necessário se manter sempre atualizado sobre o que há de novo em termos de medicamentos, procedimentos, exames, tratamentos e tudo o que possa servir para melhorar a vida dos pacientes.

Assim, mesmo diante de toda a pressão das demandas do dia a dia, esse profissional precisa manter em sua agenda um espaço reservado para estudar, participar de cursos e congressos, além de até mesmo investir em novas formações, como especializações. Não tenha dúvida: esses investimentos refletirão positivamente no desempenho de suas funções.

3. Você lida bem com a pressão no trabalho

A rotina de trabalho de um profissional da área de saúde é imprevisível. Nesse caso, se por um lado você dificilmente cairá na mesmice e na monotonia, por outro, deverá lidar com situações inesperadas, sendo capaz de tomar importantes e rápidas decisões diante de adversidades.

Ao escolher seguir esse caminho, portanto, você deve se preparar para trabalhar em ambientes fechados e sob pressão constante. Lembre-se de que, sem controle e preparação, os problemas podem evoluir rapidamente.

4. Situações delicadas não tiram seu equilíbrio emocional

Mesmo sendo válido para qualquer carreira, o controle das emoções se torna ainda mais necessário na área de saúde. Nesse contexto, em qualquer que seja o setor, é inevitável lidar com situações difíceis no dia a dia — pacientes com dores, em estado grave e até mesmo falecimentos. Em meio a tudo isso, ainda é preciso lidar com familiares nervosos e preocupados.

Outras dificuldades, como a falta de equipamentos e de infraestrutura em muitos hospitais e centros de atendimento no âmbito da saúde pública ou as noites perdidas em plantões, podem dificultar ainda mais a rotina na profissão.

Unidos, esses fatores exigem uma postura realista, mais ainda assim otimista, para a prestação de um atendimento de qualidade. É claro que isso envolve um bom controle emocional, assim como a capacidade de não levar problemas profissionais para o campo pessoal. Quem é incapaz de lidar com circunstâncias difíceis dificilmente será capaz de se enquadrar nessa área.

5. Sua habilidade de comunicação é notável

Não tem como fugir: todas as atividades das profissões ligadas à saúde exigem uma boa capacidade de comunicação. É preciso ter em mente que, para o paciente entender sua condição, é necessário ter calma e eloquência para explicar todos os procedimentos, além de sensibilidade para, em muitos casos, dar notícias ruins.

Vale ressaltar que essa capacidade de se comunicar também envolve saber ouvir. A área de saúde é, acima de tudo, uma área de investigação, já que nem sempre doenças, problemas e traumas físicos são visíveis. Por isso, os profissionais precisam investigar para entender o que o paciente está sentindo e chegar a uma conclusão. Para tanto, é necessário fazer perguntas e ouvir com atenção.

6. Você tem senso de liderança e proatividade

No dia a dia de um médico, de um enfermeiro, de um fisioterapeuta e de tantos outros profissionais da saúde, muitos momentos demandarão a tomada de decisões complicadas e, ao mesmo tempo, rápidas. Tudo isso, claro, com segurança e confiança. Exatamente por essa razão, ter senso de liderança e proatividade para agir são características fundamentais. Isso envolve ter a capacidade de tomar a frente, orientar pessoas e não se eximir da responsabilidade em casos de urgência.

7. Trabalhar em equipe definitivamente não é uma dificuldade

O trabalho em equipe é parte fundamental do atendimento no sistema de saúde. Mesmo que você trabalhe em seu próprio consultório, ainda terá que contar com outros profissionais para realizar um trabalho de excelência. Diante disso, é importante ter em mente que todos precisam estar em sintonia.

Basta imaginar a equipe de um hospital: dos médicos aos técnicos, todos exercem uma função importante no atendimento aos pacientes. Se um deles falha, o trabalho de todos é comprometido.

Falta de comunicação, egoísmo e problemas de relacionamento não podem prevalecer na hora de lidar com a vida. Tenha em mente que, em algum momento, você vai precisar do auxílio dos colegas. Assim, se prefere trabalhar isolado, talvez a área de saúde não seja a melhor opção de carreira a seguir.

E então, gostou das nossas dicas? Não deixe de assinar a nossa newsletter para receber as novidades do blog diretamente na sua caixa de entrada!

Comments (2)

  1. Eu tenho interesse e gostaria de saber o valor do curso e a duração e quais os benefícios que o curso oferece.

    1. Tudo que você precisa já está em seu e-mail. o/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This