6 filmes sobre Direito que todo estudante tem que ver

Você já parou para pensar que filmes são ótimas alternativas para estudantes de Direito se familiarizarem com as práticas jurídicas, vendo, na prática, como atuam advogados e magistrados? E essa parece ser uma forma bem mais interessante de aprender sobre a carreira, não acha?

Para ajudá-lo a preparar a próxima maratona de títulos do final de semana, listamos aqui 6 filmes sobre Direito que você não pode deixar de ver. Acompanhe nossas dicas e já prepare a pipoca!

1. Amistad

Dirigido por Steven Spielberg e lançado no ano de 1997, o filme traz a história do famoso navio negreiro espanhol chamado La Amistad, que, em 1839, abrigou uma grande rebelião de escravos. Enquanto a embarcação corria a costa de Cuba em direção a outros países da América Central para fazer negócios, os escravos tomaram o controle.

Inicialmente, o objetivo era retornar ao continente africano. O detalhe é que, como os escravos não detinham conhecimentos de navegação suficientes, comerciantes foram forçados a guiar o navio. No entanto, em vez de atender à solicitação dos escravos, esses homens mantiveram o navio circulando pela costa do estado de Connecticut.

Nesse contexto, não demorou para que a embarcação fosse capturada pela marinha americana e os escravos serem considerados piratas. O que se seguiu foi o julgamento dos africanos no Supremo Tribunal Federal americano.

A princípio, o governo tinha a intenção de devolver os prisioneiros a Cuba. Porém, em decisão histórica, a Corte julgou que os homens presos deveriam ser colocados em liberdade. Tal parecer foi baseado em tratados internacionais que tornaram ilegal o comércio internacional de escravos a partir de 1807.

2. 12 homens e uma sentença

Com direção de Sidney Lumet, 12 homens e uma sentença foi lançado em 1957. A trama? Um homem acusado de assassinar o próprio pai é levado ao tribunal do júri. No entanto, antes mesmo de iniciadas as audiências para julgamento do réu, 11 dos 12 componentes do júri já tinham escolhido a condenação. O que fazer nesse caso?

Em seu papel de instruir o júri sobre como a decisão de cada um deve ser tomada, levando em conta o princípio da presunção de inocência e considerando que o ônus da prova é sempre da parte autora do processo, o juiz semeia a primeira dúvida na cabeça daqueles cuja opinião já estava formada.

Ao final da sessão, o júri se reúne para discutir a exposição da defesa e, então, declarar como vota. A partir daí, o único jurado a não ter uma opinião formada sobre o caso cria um grande debate sobre a decisão a ser tomada. Nesse momento, o espectador passa a assistir a uma grande discussão sobre hermenêutica jurídica.

3. O segredo dos seus olhos

Filme argentino lançado em 2009 com direção de Juan José Campanella, O segredo dos seus olhos traz como personagem principal o mais popular ator desse país nos últimos anos: Ricardo Darín. Aposentado, um oficial de justiça escreve um romance sobre um crime não desvendado que o intrigou por toda sua carreira. Trata-se de um estupro seguido do assassinato de uma bela jovem no ano de 1974.

Ao se dedicar à escrita, o aposentado volta a sentir toda a carga emocional que já havia sentido ao lidar com o episódio na época. E é justamente graças aos trabalhos de levantamento de informações para o livro que ele entrevista o ex-marido da vítima, a quem promete voltar a trabalhar no caso.

A partir daí, com a ajuda de ex-companheiros de profissão, embarca em uma jornada cujo objetivo é encontrar o culpado daquele assassinato mesmo depois de décadas terem se passado. Para os amantes de processo criminal, a película é um prato cheio.

4. A condenação

A direção aqui é de Tony Goldwyn e o lançamento se deu em 2010. A condenação é mais um drama de tribunal, uma das temáticas prediletas de Hollywood. Betty Anne, vivida por Hilary Swank, para sua vida para tentar provar a inocência do irmão, condenado a prisão perpétua pelo assassinato de uma jovem. A trama é baseada em um caso real.

Anne deixa a própria família de lado e abandona o emprego para se dedicar ao estudo do Direito para, assim, conseguir assumir a defesa do irmão. Depois de alguns anos, em posse de seu diploma, ela faz tudo o que é possível para reverter a sentença. Nessa missão, o uso da tecnologia e a própria resiliência da personagem são seus grandes aliados.

5. O julgamento de Nuremberg

Com direção de Yves Simoneau e lançamento no ano 2000, O julgamento de Nuremberg é um filme realmente marcante. Após a vitória na Segunda Guerra Mundial, o grupo dos Aliados organizaram uma força-tarefa para colocar no banco dos réus os nazistas presos durante e após o conflito. O evento ficou conhecido como o julgamento de Nuremberg, considerado por muitos o mais importante da história.

No decorrer dos trabalhos, sob os olhos do mundo todo, uma discussão sobre o cumprimento dos princípios do devido processo legal toma lugar. Afinal, homens responsáveis por crimes tão cruéis não deviam merecer uma condenação sumária? Temos aqui, portanto, uma grande oportunidade para estudantes pensarem sobre a aplicação das leis e a ética no dia a dia dos operadores do Direito.

6. Carandiru

Com direção de Hector Babenco e lançamento em 2003, eis aqui o único filme brasileiro da nossa lista! Baseado no livro do médico Drauzio Varela, o drama conta a história do massacre do Carandiru, em que mais de 100 detentos foram assassinados.

Esses números (e, na verdade, o enredo do filme como um todo) são indicativos importantíssimos sobre a tragédia vivida pelo sistema prisional brasileiro. Celas superlotadas, ineficiência do sistema de reabilitação de detentos e violência policial são alguns dos pontos em comum entre ficção e realidade.

Pode ter certeza: com essa listinha de filmes sobre Direito, você já conseguirá aprender muito — enquanto se diverte! E se curtiu nossas indicações, que tal compartilhá-las com seus amigos e colegas nas redes sociais? Vocês podem até marcar uma sessão de cinema com direito a discussão regada a muita pipoca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This